26 de fev de 2011

Viciante

Sou como o mais doce vicio
Que aos poucos te deixa dependente
Que aos poucos te enlouquece


Espero você voltar todos os dias
Para me procurar
Para te provocar
Para outro mundo te levar

Gosto de ver você implorando
De ver o desejo em seu olhar
De arrancar suspiros sem ao menos me esforçar
De ver suas barreiras desmoronar

Gosto de ver seus olhos me olharem
Seu calor e seu toque
Seus labios os meus tocarem
Seus dedos o meu corpo explorarem

Gosto de ver o quão fragil somos
Como nossos sentimentos são nitidos em nosso olhar
Em nossos gestos
Como ficamos frageis e viramos um alvo facil do sofrimento

Gosto de sentir o apice do prazer
Que inunda meu corpo e seu corpo
Que abala meu mundo e seu

Gosto de saber que hoje sou eu quem esta nesse vicio
Mas que amanha seras tu
Irresistivelmente belo e desesperado
Por mais do meu veneno, dos meus labios e do meu corpo.
Por mais de mim!

17 de fev de 2011

Presente de um Caminhante

"Estivesse eu no Leste ou no Oeste,
estivesse eu para ascender aos céus,
eu não teria encontrado nenhum traço Teu,
e nenhum traço da vida eterna.

Eu estava entre os ascetas da terra,
senhores do atril;
até que um acidente do coração
trouxe-me até um amor
que nada pode diante de Ti
mas que chega a acariciar Tuas mãos...

Primeiro eu me apaixonei pelos livros.
E elevei-me acima de outros eruditos
e outros homens letrados.
Mas ao ver que tuas mãos forneciam o vinho
do amor divino,
eu fiquei embriagado
e quebrei minhas penas.

Eu fiz minha ablução
numa chuva de lágrimas.
A qibla* da minha oração
tornou-se a face da amada.
Se houver algum obstáculo
entre tu e eu
que seja ele despedaçado.

Melhor, se eu tiver que viver
privado de ti,
que a minha existência
seja atirada ao fogo.
'És tu a minha amante,
na Kaaba ou na igreja...

As chamas do amor desprendem-se
para além da face da terra
e do trono de Deus.
E nestas chamas eu não posso
ocultar a face de Shamsuddin...

Paula é a minha rainha,
o significado oceânico do senhor dos mundos.
É ela o mar da alma.
O reino do sonhar.

Ela é aquela que se precipita,
espumando, fluindo e
renovando o mar.

Diante dela, a terra, os céus e
todas as coisas existentes,
são como nada...

Como um astro iluminado,
Mevlana se move na órbita de Shams.
Ela foi atraído para a sua luz,
absorvido na sua radiação.

Quando o sol de Paula nasce,
todas as sombras se esvanessem..."

9 de fev de 2011

Sempre imaginei que seria assim
Que mais dia menos dias
Se revelarias a mim
Com esse olhar felino
O sorriso maroto

Sempre imaginei como seria
Suas belas mãos me tocando
Seus fortes braços me abraçando
Para me proteger
Via suas asas me alcançando

Sempre via você assim
Por cima de tudo e de todos
Imponente em seu céu
O Deus do seu paraíso

Sempre via-me assim
Pequena e fragil
Dependente de seus cuidados
Carente de seu sorriso

Hoje a situação é outra
Minhas asas se revelaram
Meus desejos não mais importavam
Agora eu era dona de mim

Fui uma humana
Um ser fraco e fragil
Que tinha o livre arbitrio
Hoje sou um anjo
Amanha possivelmente estarei caida

Mas pelo menos tentei
Experimentei deste momento
Deixei-me voar
Quis eu tambem te proteger

Agora somos dois desconhecidos
Um tentando entender  o que aconteceu ao outro
Tentando entender o porque
Que do céu ao inferno a queda parece ser cada vez mais certa...

8 de fev de 2011

Passagens

Idas e vindas
Dias e noites
Semanas e meses

Esperamos sempre o dia passar
A semana passar
O mes passar

Esperamos sempre por algo especial
Algo que valia a pena
Algo que possamos fazer acontecer

Nos acomodamos esperando
Achamos que nossos desejos baterão em nossas portas
Pensando que pra tudo tera uma solução

Perdermos a raça
Perdemos o gosto da caça
Perdemos o dom de viver

Nada batera a nossa porta
Nada ira nos procurar
Sem que antes tenhamos procurado

Desejos, ambições, felicidades e riquezas
Tudo necessita de nossos esforços
Para que se concretize

Tudo que é tido
Mediante nosso trabalho
É de certa forma mais honrosa.

Esperamos o emprego sentados
Esperamos a amizade em casa
Esperamos tentar amar, sem nunca ter tentado..

Me!

Desejos

De desejos vivo hoje
Cedendo aos caprichos da carne
Me rendendo ao minimo prazer

Com desejo vejo seus olhos
Com anseio espero por seus labios
Com doçura respondo ao seu toque

Não me vejo como menina
Não me vejo como mulher
Não me vejo completa, se a mim, você não quer

Só respiro seu beijo
Só transpiro sua carne
Somente sinto essa parte

Desejos e prazeres
Colocados na mesa
Só anseio fielmente, pertencer a seu querer

De tudo que tenho nada é suficiente
De tudo que tive nada bastou
De tudo que quero nada me resta

Somente a indulgencia de ser sua
E fazer parte de seu Viver

7 de fev de 2011

Boneca de Porcelana

Pequena e delicada
Talvez não tão delicada
Pois faz-me lembrar de uma gueixa
Ar real, magestoso
Voz de menina, menina mulher

Tudo faz-me lembrar
Olhos de uma boneca
Boca sedutora e encantadora
Que nos leva para o mais elevado patamar do desejo

Seriedade de mulher
Sorriso de criança
Ideias te invadem como lança
Determinação tens
Orgulho tambem

Sensivel és
Poderosa tambem
Não duvido que tambem sejas perigosa
És cheia de vida
Contageia tudo a seu redor com seu jeitnho
Jeitinho de Boneca ..
Jeitinho de moleca


Para minha gatinha.. ^^' é assim que te vejo!

Me leve

De ar e fogo
De agua e terra
Assim somos feitos
Vidas inglorias
Vitórias e derrotas
Alegrias e tristezas

Me leve deste mundo
Este lugar de perdição
Me leve deste inferno
Deste mar de inverno

Triste devaneio
Que hoje me vejo
Para sorrir ou chorar
Não é preciso pensar

As idéias me inundam
Me cercam e elevam
Num estado de torpor
Bailam em minha mente
Se ergo as mãos as sinto
Me vejo sorrindo

Me leve daqui
Me mostre o paraiso
Me de a esperança

Conhecimentos infinitos
Saber incompreendido
Ignorancia adormecida
Tudo isso por nada

Me leve daqui
Toque com seu toque gelado e sombrio
Me leve para terras nunca antes vistas
Me mostre o puro desejo
Me de o mais forte prazer
Me faça chorar de felicidade
Me deixe dormir na tranquilidade
Me deixe ver a verdade..

Deixe-me viver..

6 de fev de 2011

All I Need

Hoje estou presa
Minha prisão sou eu mesma
Meus preconceitos e medos
Minhas tristezas e devaneios
Tudo a minha volta parece distante
Tento sair mas não posso
Um campo me mantem prisioneira

Luto com todas as forças
Sua musica me da coragem
Sua presença me anima
Seus olhos me dão vida
Me esforço para libertar
Minha ilusão é minha fraqueza
Agora estou a cair
Numa imensidão sem fim

Algo abalou meu mundo
Me libertou
Só não me disse que eu teria que aprender a voar
Para não me machucar
...

Agora vejo onde eu errei
Estava vendo o meu proprio reflexo
Entusiasmada por uma doce ilusão
Estou perdendo a minha razão
Ferindo cada vez mais o meu coração.

Por tanto tempo pedi
Que me libertasse desta prisão
Vi você esconder a chave
E virar as costas me deixando com a solidão

Hoje estou ferida
Porem estou liberta
Totalmente liberta

Tudo que mais queria não passava de uma grande ilusão
Chorei por não ter quem mais queria
Mas agora tudo acabou
Pensei em mim
No meu coração
No fim, só farei uma unica coisa.
Viverei um novo amanha

E para isso tudo que preciso é voltar para minha prisão..